Além das tatuagens e piercings, convenção contou com body painting,
suspensão corporal, shows de rock e área de lazer para crianças

*Texto e fotos Felipe de Jesus/Grupo Balo de Comunicação 

Final de semana com dias ensolarados, música boa e muita arte impressa nos corpos das pessoas. Assim foi a primeira edição da Tattoo World Convention, realizada nos dias 12 e 13 de agosto, no Espaço Even, em Belo Horizonte. No local, 50 estúdios com mais de 100 tatuadores, workshops, concursos de tattoo, body painting, suspensão corporal e shows de rock com as bandas The Box e Ca$h foram as atrações da convenção.

A suspensão corporal, realizada pelos grupos Uai Fly MG Suspension, do profissional Binha, e o Carvalho Tattooist, do casal Fabrício Carvalho e Brenda Pimenta, foi uma das atrações que mais chamou a atenção do público. Com todos os cuidados técnicos e equipamentos específicos, eles perfuram a pele com ganchos e são suspensos no ar. De acordo com Fabrício Carvalho, a suspensão proporciona liberdade para brincar no ar sem se preocupar com nada. Mesmo ficando preso por dois ganchos introduzidos na pele, ele disse que não sente dores e afirma que quantidade de endorfina que libera durante a prática resulta em uma sensação prazerosa para o corpo. No entanto, ele fez questão de alertar que esse tipo de prática deve ser executada por profissionais preparados e treinados.

Os tatuadores que queriam aprimorar e aprender ainda mais sobre a arte tiveram a chance de participar do workshop com a renomada tatuadora Monique Perez, a Lady Ink, que falou sobre a técnica neo traditional. De acordo com ela, a Tattoo World Convention serviu para trazer uma dimensão de como a arte funciona, além de quebrar preconceitos de pessoas que não conhecem como funciona esse mercado.

O segundo workshop realizado no evento foi a do tatuador Henrique Persil que falou sobre a técnica do pontilhismo. Para ele a tatuagem vem sendo destaque por causa da relevância que os jovens estão dando a arte através da internet. De acordo com ele, que não tem tatuagem, um dos fatores que realmente chamou a atenção dos seus seguidores foi exatamente isso, a questão de não ter tattoo como os demais profissionais. Segundo Persil, isso pode até soar de forma estranha para os contratantes em eventos e fãs, mas trouxe um reconhecimento para sua carreira. Desde 2013 ele trabalha como tatuador e de acordo com o profissional, a diversidade foi uma das coisas mais importantes na primeira edição da Tattoo World Convention.

Durante o evento, concursos foram realizados, tendo como julgadores os profissionais Tuzinho, Ronaldo e a Lady Ink. Para animar ainda mais a convenção, que contou com diversas tatuagens feitas ao vivo, subiram ao palco o grupo The Box, com releituras de Megadeth e Metallica, e a banda Ca$h, que apresentou sucessos conhecidos dos grupos AC/DC, Pearl Jam, System Of Down, Rolling Stones, Guns’ Roses, Linkin Park e outras bandas. E para acompanhar a música boa, hambúrgueres e cervejas artesanais, e outras delícias, estavam presentes no evento.


atualizado em 16/08/2017 - 11:47

comentários